Santo do Dia: 04 de Janeiro - Manuel Gonzáles Garcia

04 de Janeiro - Manuel Gonzáles Garcia

Manuel Gonzáles Garcia nasceu em Sevilha, na Espanha no dia 25 de fevereiro de 1877.A família era humilde e profundamente religiosa. O seu pai Martim era carpinteiro e a sua mãe Antonia era dona de casa. O casal teve cinco filhos, ele foi o segundo.

Neste ambiente sereno, Manuel cresceu, nutrindo no coração o desejo de fazer parte, na catedral de Sevilha, do grupo de meninos do côro que cantavam nas solenidades do "Corpus Christi" e da Imaculada. Já nessa época se consolidou o seu amor pela Eucaristia e por Maria.

Através da vivência cristã e o bom exemplo da família e de vários sacerdotes, descobriu a sua verdadeira vocação. Assim, sem avisar os seus pais, fez os exames de ingresso no seminário. Eles aceitaram a vontade do filho e os desígnios de Deus. Consciente da situação econômica da sua família, Manuel pagou os estudos do seminário trabalhando como servidor e também auxiliou sua irmã, Maria Antonia que se tornou religiosa.

Finalmente, em 1901, recebeu a ordenação sacerdotal das mãos do cardeal Marcelo Espinola, um beato da Igreja. Um ano depois, padre Manuel foi enviado numa missão para pregar em Palomares do Rio, onde permaneceu durante toda a sua vida sacerdotal.

Foi dentro da simplicidade do Evangelho que desenvolveu todo seu trabalho missionário. Criou a "Obra dos Sacrários-Calvários", uma resposta de amor reparador ao amor de Cristo na Eucaristia, como ele mesmo definiu sua obra. O início foi a União Eucaristia Reparadora, formada pelos ramos masculino e feminino de leigos , culminando com a Reparação Infantil Eucarística e a criação da revista "O grão de areia", para a divulgação destas associações. Após quinze anos, em reconhecimento da sua capacidade e laureando sua atuação missionária, foi consagrado bispo de Málaga.

Com a aprovação da Santa Sé, em 1918 fundou a instituição dos padres Missionários Eucarísticos e três anos depois a congregação religiosa das Missionárias Eucarísticas de Nazaré. Em 1932, colaborou com a irmã no sangue e na fé, Maria Antonia, para a criação das instituições das Missionárias Auxiliares Nazarenas e a Juventude Eucarística.

Depois, durante a guerra espanhola foi nomeado bispo de Palência, para onde foi transferido em 1935. Nesta diocese, Manuel passou os últimos anos do seu ministério sacerdotal, escrevendo também inúmeras obras de conteúdo religioso e espiritual. Depois de um longo período de enfermidade, serenamente morreu no dia 4 de Janeiro de 1940.

O Papa João Paulo II o proclamou "Apóstolo da Eucaristia" na celebração solene de sua beatificação em 1998. Santo Manuel Gonzáles Garcia foi enterrado na Catedral de Palência e sua festa litúrgica marcada para o dia de sua morte.

Paulinas
Santo do Dia - OpenBrasil.org
Página anterior Próxima página